E foi em 2013…

Depois de chegar de férias, descansada e renovada, vamos levantar as mangas e mãos à obra! 2014 já chegou com tudo, mas não posso deixar de relembrar e fazer um balanço do ano que se passou. Um ano tão bom e especial na vida pessoal e profissional.

E eis que elegi o ano de 2013 pra dar um pouco mais de espaço à fotografia na minha vida. Por mais que o enquadrar com os olhos esteja em exercício constante, mesmo quando achamos que estamos apenas relaxando, a fotografia como profissão é um trabalho que deve ser encarado como tal, com disciplina, horários, rotina, compromissos, organização.

Ainda não tenho a fotografia como profissão full time, mas ela tem conquistado mais dedicação da minha parte e mais espaço na minha agenda. Comecei o ano passando uma tinta no blog. Reforminha besta, mas significativa pra mim. Eu voltava pra minha casa. E se o blog mudou foi porque a fotógrafa que o alimenta também estava encarando a fotografia e o próprio mundo de forma diferente.

Criação de logo, mudanças na pós-produção, investimento em equipamento e o principal, em conhecimento. De cursos, workshops e consultorias a livros, filminhos com pipoca e longas conversas em cafés sobre história da arte, cinema, música. Sim, isso é estudo de fotografia!

E foi em 2013 que me assumi como fotógrafa de partos e me entreguei a um universo de amor, o universo da humanização. Após alguns partos hospitalares, em 2012 fotografei o primeiro parto domiciliar de minha carreira. Foi uma experiência muito intensa e marcante. Tanto que só consegui digerir tudo e fazer um post sobre o trabalho quase um ano depois. E se esse parto colocou um de meus pés nesse universo novo pra mim, o nascimento da Constança me deu aquele empurrãozinho que faltava. E muitos nascimentos respeitosos e cheios de amor passaram por meus olhos, lentes e coração! A maioria deles nem veio pra cá ainda. Confesso, como blogueira sou uma ótima cozinheira!

E foi em 2013 que consolidei uma parceria maravilhosa com as doulas Taiza Nóbrega e Joana Andrade. Elas fazem um trabalho muito bonito com as gestantes que acompanham, oferecendo não só conhecimento e informação, mas também acolhimento, segurança e muito amor. Me sinto realizada vendo os casais se fortalecendo, se empoderando e dando seu melhor pra possibilitar uma chegada cheia de carinho e aconchego a seus pequenos. Lá na fanpage tem muitas fotos das Rodas de Gestantes coordenadas por elas.

E foi em 2013 que conheci e me apaixonei por Santiago, Chile. Acho que nunca vi nada tão belo na vida do que as cordilheiras cobertas por neve, em contraste com um céu azul de fazer inveja no famoso céu de Brasília. Brincar na neve me fez voltar a ser criança! Além das brincadeiras na neve, tomamos bom vinho, pisco souer, comemos muito bem e fomos recebidos com muita hospitalidade. Foram poucos dias, mas tempo suficiente pra me fazer querer voltar. Quem sabe da próxima vez com mais tempo pra explorar outras paisagens chilenas? Pra quem não viu, aqui tem um pequeno vídeo desses nossos dias em Santiago:

Férias em Santiago from Ana Paula Batista on Vimeo.

E por falar em vídeo, também foi em 2013 que editei meu primeiro filminho, amador ainda, mas feito com muito carinho. Tenho gostado muito de filmar partos domiciliares e tenho estudado um pouco mais sobre edição de vídeo e cinema. Fiz cursos de edição de vídeo e de direção cinematográfica, o que só me deu ainda mais vontade de buscar novos conhecimentos e me aperfeiçoar nessa arte que tem uma relação tão íntima com a fotografia.

E foi em 2013 que fiz minha primeira tatuagem e encarei um dos desafios que achava que jamais daria conta: as corridas de rua. Ainda tenho que treinar muito, ter mais foco e disciplina, mas a própria superação de limites e as pequenas conquistas do dia-a-dia me fazem muito bem.

E foi em 2013 que aprendi (ou melhor, comecei o aprendizado) a dizer “não” sem culpa. Dos ensinamentos que só o tempo pode trazer. Não conseguimos abraçar o mundo e, enquanto não reconhecemos nossas limitações e também aquilo que temos de bom ou que ao menos queremos pra nossa vida, é muito difícil, às vezes doloroso, dizer “não”. A vida é feita de escolhas e nem sempre elas são fáceis.

E foi em 2013 que uma das pessoas que mais amo, uma prima querida que considero minha irmã, engravidou e me deu oportunidade não só de fotografar e filmar alguns momentos da gestação como também me convidou pra ser madrinha do pequeno Lorenzo que está a caminho. E o convite que se veste de uma enorme responsabilidade, com o brilho do reconhecimento de muito carinho, fechou meu ano com chave de ouro!

Sem dúvidas, foi um ano especial! Cheio de boas risadas, beijos, abraços, nascimentos, famílias que já acompanhava, famílias novas, brigadeiro de colher, cheiro de bebê, lágrimas de emoção. E eu sou pura gratidão!

Agora sim, 2014… estou pronta e cheia de planos. Pode vir! :)



2 respostas para “E foi em 2013…”

  1. Amanda Torres disse:

    Que post lindo! Parabéns e muito sucesso em 2014.

  2. Dulce disse:

    Sucesso Ana e que muito amor passe pelas suas lentes e pela sua vida. Beijos, Dulce

Deixe uma resposta