Enquanto esperavam a Malu {ensaio de gestante}

A fotografia me traz verdadeiros presentes. Ter a fotografia como profissão, assim como qualquer outra, não é nenhum mar de rosas. Existem prazos para cumprir, contas para pagar, fornecedores para lidar, atendimentos para realizar, fora o próprio trabalho de fotografar, cuidar da pós-produção, diagramar álbuns, providenciar as entregas. Não é só apertar botão, tampouco envolve qualquer glamour ou romantismo. Exige muita organização e disciplina e mesmo assim estamos sujeitos a imprevistos que bagunçam o coreto. Administrar uma empresa e ser artista ao mesmo tempo.

Entretanto, existem pessoas que fazem qualquer perrengue valer a pena e a rotina da profissão parecer muito mais leve. A vida me trouxe a Virgínia, André e filhos de presente e, por meio deles, me agraciou novamente com a Cíntia – irmã do André, Nando, Bê e a Malu, que ainda estava na barriga. Combinamos a sessão para um fim de tarde em um local que tivesse natureza, água e luz bonita. Era uma tarde extremamente quente e seca em Brasília e não imaginávamos que teria um evento que juntou um mundo de gente no local escolhido. Mas nada disso nos abalou e aproveitamos o banho de luz que o universo nos proporcionou. O Bê começou tímido, sem querer muito participar das fotos e aos poucos foi se achegando e no fim já estava pintando o sete. Ou melhor, a barriga de sua mãe. Coisa boa é ensaio com bagunça!

Foi tão gostoso! Quando bate a afinidade, a sessão vai fluindo e a gente nem sente. Outros presentes vieram e aparecerão por aqui em breve. Fotografei a família de uma irmã da Cíntia e ainda a pequena Malu alguns dias depois de nascer.

Cíntia e Nando, muito obrigada pela confiança! Me senti muito à vontade com vocês. Espero que tenham se divertido também, pois pra mim o processo é tão importante quanto o resultado. Quem sabe juntamos toda a família em um próximo ensaio? 😉



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *