O Bernardo veio com o nascer do dia {parto domiciliar}

Sabe aquela pessoa doce? E que está sempre com um sorriso embelezando seu rosto? A Carol é assim! Nos conhecemos na Roda de Gestantes da qual sou parceira. Mas foi em um dos cafés mais legais da cidade que pudemos nos conhecer melhor, conversar sobre a gestação, sobre suas expectativas a respeito do parto. Acompanhados de bom café e delicioso brownie, papeamos um bocado e eu percebi o quanto seria especial estar com aquele casal no dia do nascimento de seu filho.

No decorrer da gestação, eles foram buscando informações, se empoderando e  já na reta final, nas últimas semanas, optaram por um parto domiciliar. O universo conspirou pra que a vontade deles fosse atendida.

Na madrugada recebo uma mensagem no celular. Doce como a Carol, mesmo com as dores que trariam seu bebê, não poderia deixar de ser… Na mensagem ela dizia que estava com contrações bem doloridas e regulares e que daria notícias assim que o trabalho de parto evoluísse. Ao amanhecer, a mensagem que sempre me traz frio na barriga. Em outras palavras, na linguagem de bons entendedores, dizia “vem!”.

Eu que já estava com equipamento pronto, no meio do caminho pra não pegar trânsito caso fosse chamada cedinho, em poucos minutos estava na casa onde o pequeno Bernardo estava prestes a nascer. Encontrei Carol serena. Sentindo dor, mas serena. Concentrada no seu corpo, sentindo seu bebê mais perto a cada contração. Seu marido, Rodrigo, sempre tranquilo e companheiro. Serenidade e tranquilidade… casamento perfeito para um parto!

Foi um trabalho de parto bem rápido. Evoluía rapidamente, assim como o Sol vai ganhando o céu, ao nascer o dia. Tão rápido que no instante em que fui abrir a porta pra enfermeira que tocava a campainha, tendo em vista que era a única pessoa livre pra isso, Bernardo simplesmente escorregou. Ainda consegui fotografar a médica entregando o pequeno bebê a seus pais. E, em seguida, fotos que tanto adoro… A expressão dos pais ao verem seu bebezinho pela primeira vez. Aquele amor que, apesar de já existir durante a gestação, parece que cresce, se renova, como se fosse algo à primeira vista. Que imagens valiosas!

Tudo vira uma novidade. A cena que se configurava à minha frente era de dois pais completamente encantados por aquele bebê que acabavam de conhecer. Admiravam cada pedacinho daquele pequeno ser e, com seus olhares, o cobriam de promessas de amor e cuidado por toda a sua vida.

Bernardo nasceu respeitosamente em sua casa às 7h51, com 48 centímetros e 2,360 kg. Nas suas primeiras horas, recebeu a visita de seus avós, que eram pura felicidade.

Equipe que acompanhou a família:

Doula: Erica de Paula

Obstetra: Caren Cupertino

Enfermeira obstetra: Melissa Martinelli



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *