Pedacinhos de nós {ensaio de família}

vi-01

 

Quando penso nas pessoas bacanas que cruzam seus caminhos com os meus por meio da fotografia, meu peito se enche de gratidão. Não temos como dissociar nossas experiências de vida do trabalho, especialmente quando se trata de algo tão subjetivo como é a fotografia. E assim, seguimos numa construção que não pára, marcada também pelas pessoas com as quais interagimos, pelas pessoas que fotografamos.

No primeiro contato com a Virgínia, já senti afinidade, mesmo sendo por meio de palavras trocadas por e-mail. Em um punhadinho de mensagens, trocamos algumas ideias, conversamos sobre a valorização do mercado do parto, sobre fotografia de recém-nascidos, combinamos o ensaio de família deles nesse momento em que esperavam a chegada de mais um membro. Conheci a família no dia da sessão. A sensação que tive foi a de estar no meio de amigos de muito tempo. Fiquei muito à vontade e facilmente fiz amizade com o Inácio, um menino encantador, inteligente, falante e muito, mas muito agradável.

Ficamos juntos por pouco tempo, mas nesse tempinho de um mini ensaio, senti muita sintonia, tranquilidade e respeito entre eles. Relações bonitas de se ver! Do pai com a mãe, do pai com o filho, da mãe com o pai, da mãe com o filho, do filho com cada um dos pais. Fiquei pensando que o Inácio teve a quem puxar, ou melhor, com quem aprender, pois seus pais também são muito simpáticos e agradáveis. Me veio na cabeça um pensamento de algo que já ouvi em algum lugar que dizia que os filhos são os melhores pedaços de nós. Não concordo muito com isso de forma literal, por achar que os filhos são seres inteiros com suas individualidades, mas a intenção é boa. Acredito que os filhos se formam com aquilo que dedicamos a eles. Eles aprendem com a forma como nos relacionamos com o mundo, com o próximo. Talvez eles não sejam pedacinhos de nós, mas contenham pedacinhos de nós. Caraminholas à parte, a sessão correu de forma leve, que nem vi o tempo passar. Foi divertido e gostoso como deve ser uma sessão de fotografia de família.

vi-02 vi-03 vi-04 vi-05 vi-06 vi-07 vi-08 vi-09 vi-10 vi-11 vi-12 vi-13 vi-14 vi-15 vi-16 vi-17 vi-18 vi-19 vi-20 vi-21 vi-22 vi-23 vi-24 vi-25 vi-26 vi-27 vi-28 vi-29 vi-30 vi-31 vi-32 vi-33 vi-34 vi-35 vi-36 vi-37 vi-38 vi-39 vi-40

 



Uma resposta para “Pedacinhos de nós {ensaio de família}”

  1. Virginia disse:

    Ana! Suas palavras me emocionaram! Não sabia que o carinho estava incluído no pacote. Agora entendi o “pedacinhos de nós”. Você é demais, vejo que faz o que gosta, do jeito que acredita. Continue fotografando, escrevendo e deixando a gente assim de feliz!

Deixe uma resposta